Saúde intestinal: A sua importância | Natiris | Suplementos Naturais

Saúde intestinal: A sua importância

Saúde intestinal

Ter e falar sobre uma boa saúde intestinal é ainda considerado um assunto embaraçoso, embora este seja um dos temas mais importantes da saúde humana.

Confuso? Nós ajudamos a entender.

O que são considerados hábitos intestinais normais? (Saúde intestinal)

Na verdade, não há hábitos intestinais estipulados como normal, uma vez que podem variar de pessoa para pessoa. Os movimentos intestinais variam de acordo com o seu grau de regularidade, cor, textura e dificuldade.

A frequência dos movimentos intestinais é variável de individuo para individuo. A cor das fezes é tipicamente escura, mas pode ser afetada pela alimentação – espinafre ou beterraba, por exemplo – e a forma deve ser alongada e cilíndrica.

O tipo e a forma das fezes pode ser avaliada de acordo com 7 tipos de fezes de acordo com o quadro de fezes de Bristol:

Se as suas fezes são frequentemente do tipo 1 ou 2, pode ter um problema de obstipação e deve obter conselhos médicos para corrigir o problema.

Se as suas fezes são com alguma regularidade do tipo 5 a 7, pode ter um problema de diarreia. (Saúde intestinal)

Quando os seus hábitos intestinais não são regulares, surge a prisão de ventre ou obstipação e a acumulação de fezes e toxinas pode prejudicar o bom funcionamento do organismo.

O que é a Microbiota?

A Microbiota é o nome dado à população de microorganismos que vivem no nosso intestino.

São milhões de bactérias benéficas inofensivas que, todos os dias, desempenham um papel vital na digestão e na defesa do organismo contra outras bactérias patogénicas.

O equilíbrio da Microbiota pode ser afetado durante o processo de envelhecimento e consequentemente, a população mais idosa tem uma Microbiota diferente dos jovens adultos.

A composição da Microbiota é, regra geral, semelhante na maioria das pessoas saudáveis, porém a parte variável é largamente determinada pelo ambiente e pela nossa dieta.

Algumas das funções principais da Microbiota são:

  • Ajudar o corpo a digerir certos alimentos que o estômago e o intestino delgado não conseguiram digerir como a extração de energia e nutrientes, como ácidos gordos de cadeia curta e aminoácidos dos alimentos;
  • Ajudar na produção de vitaminas B e K;
  • Impedir o crescimento de bactérias patogénicas e prejudicais para o organismo;
  • Desempenha um papel importante no sistema imunitário, formando uma barreira protetora.

Podem resultar alterações na Microbiota devido à variação de diversos fatores ambientais, incluindo a alimentação, toxinas, medicamentos e microorganismos patogénicos. De todos estes fatores, os microorganismos patogénicos são os mais prováveis de causar disbioses.

As disbioses, também chamadas de disbacterioses são um termo para descrever o desequilíbrio intestinal.

Estas disbioses maioritariamente afetam o trato gastrointestinal e estão potencialmente relacionadas com um número crescente de doenças e cada vez mais estão a ser estudas as relações entre estas doenças e uma Microbiota desequilibradas.

O que causa as disbioses?

Existem muitas causas potenciais para a disbiose intestinal e, em geral.

Algumas destas disbioses podem ser causadas por:

  • Uso de antibióticos: quando são utilizados antibióticos são eliminadas tanto as bactérias benéficas como as prejudicais o que influencia o equilíbrio da flora intestinal
  • Dieta desequilibrada: um dieta pobre em fibras, com elevado teor em gorduras e proteínas pode diminuir a motilidade intestinal e provocar um desequilíbrio intestinal
  • Fatores ambientais: água e alimentos contaminados, exposição a químicos e metais tóxicos.

 

Comentários

Comentários