Bolo de cuscuz, uma receita de inspiração marroquina!

Bolo de cuscuz, uma receita de inspiração marroquina!

cuscuz

Ingredientes:

  • 2 chávenas de chá de sobras de cuscuz
  • 3 ovos
  • 2 chávenas de chá de açúcar
  • 3 chávenas de chá de leite ou de uma bebida de soja
  • 1 colher de sopa de fermento para bolos
  • 2 colheres de sopa de manteiga vegetal derretida
  • 1 colher de sopa de queijo parmesão ralado

 

Modo de preparação:

  1. Coloque todos os ingredientes no liquidificador, com exceção do fermento e bata bem.
  2. Depois misture o fermento delicadamente e despeje numa forma untada e enfarinhada. Caso use uma forma de silicone, não precisa de fazer este passo.
  3. Coloque no forno pré aquecido na temperatura média.
  4. Coma frio ou quente.

 

Dicas:

– Este bolo, enquanto assa, tem tendência a subir um pouco por isso não encha muito a forma. Depois, ao arrefecer, é normal abaixar.

– Se quiser apostar numa alternativa mais saudável, use cuscuz integral, elaborado com sêmola de trigo integral. É uma ótima fonte de energia e muito rico em fibra, já que é um hidrato de carbono complexo. E, não se esqueça, a fibra só tem vantagens, equilibra o trânsito intestinal e diminui o colesterol.

– Se puder, opte pelo cuscuz de agricultura biológica. Tem garantias de melhor qualidade.

 

Notas:

– Esta é uma excelente receita para reutilizar o cuscuz que sobrou.

– Se não tem sobras de cuscuz mas quer mesmo experimentar esta receita, nada mais fácil. A forma de confecionar é muito simples e rápida. Coloque o cuscuz numa tigela generosa, regue com um fio de azeite e tempere de sal. Depois coloque água a ferver e tape. Deixe descansar durante 10 minutos e está pronto. O cuscuz já está cozinhado.

 

Curiosidades e informações sobre o cuscuz:

– É tradicionalmente usado como alimento base dos países do Norte de Áfricas ainda que hoje em dia seja consumido um pouco por todo o mundo.

– O cuscuz não é uma variedade de um cereal, ao contrário do que se pensa. É elaborado com sêmola e água, sendo esta mistura seca e depois reduzida a grânulos. Geralmente é feito a partir de sêmola de trigo mas também existe cuscuz feito com farinha de arroz ou de milho.
– Serve de acompanhamento e substitui o arroz, as batatas e massas, combinando bem com outros sabores. É também utilizado para elaborar sobremesas, como nesta receita.
– Herda as propriedades do trigo, com elevado teor de hidratos de carbono e rico em minerais (cálcio, magnésio, sódio, potássio, silício, zinco, entre outros) e vitaminas (A, B, K, D, entre outras).

– 100 gramas de cuscuz cozinhado tem 112 calorias

– Não é isento de glúten, logo não deve ser consumido por pessoas com doença celíaca.


Comentários

Comentários

Translate »